11º Energy Show 2023.Onde estão os maiores desafios ? Onde estão ocorrendo as disrrupções ?

Por Elvio Farias
Gerente de Operação
Eletrisa

Esta semana tivemos a oportunidade de participar do 11º Energy Show, um evento promovido pela Vertical de Energia da ACATE, que proporciona incríveis oportunidades de networking entre os principais players do setor elétrico, em especial as startups que se concentram em soluções para esses players.

A aproximação entre empresas de tecnologia e as empresas tradicionais do setor elétrico proporciona benefícios significativos para ambas as partes, uma vez que ocorre uma quebra de paradigmas que, até alguns anos atrás, eram considerados intransponíveis. De um lado, as startups se destacam pela velocidade com que transformam e oferecem soluções inovadoras. Por outro lado, temos um setor tradicional que é caracterizado por um alto grau de conservadorismo em relação às suas conquistas. Esse conservadorismo é totalmente justificado, dada a importância vital do fornecimento dessas utilities, ou seja, energia, e a necessidade de cumprir metas e alcançar altos índices de confiabilidade.

Uma coisa é certa: o equilíbrio entre esses dois extremos trará inovações extremamente importantes para o setor, que impactarão desde a geração até o consumo de energia.

O setor de geração e transmissão já passou por grandes transformações e disrupções e continua a passar por elas. Será que a maneira de gerar e transmitir energia está mudando? A resposta é não. No entanto, os modelos de controle e monitoramento desses dois setores estão passando por transformações muito interessantes, como ficou claro na apresentação do SINAPSE, um sistema de mensagens do ONS desenvolvido pela Amcom. Esse sistema está em fase de testes e deverá trazer agilidade e assertividade ao ambiente de sala de controle, o que merece um artigo especial para discuti-lo. A implantação de uma ferramenta como essa representa uma evolução na maneira de se comunicar e coordenar a operação do SIN. O desafio será absorver os usuários dessa ferramenta.

Acredito que as maiores quebras de paradigma ocorrem no setor de distribuição, pois a forma como a energia é consumida está passando por transformações significativas. Cada vez mais, o consumidor de energia tem o controle sobre quem fornecerá energia para sua residência ou estabelecimento. No entanto, é necessário que esse consumidor conheça um pouco mais sobre as regras de fornecimento para fazer suas escolhas, uma vez que ele deixa de ser um consumidor cativo e passa a ter amplo poder de escolha. Compreende-se que o desafio de mudar o comportamento do consumidor é considerável, pois isso representa uma disrupção do modelo atual para um modelo baseado em tecnologia das novas intermediadoras da venda de energia. Portanto, essas empresas reconhecem que têm a missão de reeducar o consumidor para essa mudança em seu comportamento de consumo. Algumas empresas até lançaram e-books como materiais educativos gratuitos.

Seguem links para aprofundamento dos temas.

E-book ENGIE:
https://www.engie.com.br/solucoes/seu-segmento/varejo-multi-site/

Apresentação SINAPSE ONS:
https://www.ons.org.br/AcervoDigitalDocumentosEPublicacoes/Apresenta%C3%A7%C3%A3o%20-%20Sistema%20de%20Mensagem%20de%20Texto%20na%20Opera%C3%A7%C3%A3o%20em%20Tempo%20Real.pdf

Deixe seu comentário

entre em contato conosco

endereço

Rua Joinville, 209 – Sala 301

Bairro Vila Nova - Blumenau - SC

CEP: 89035-200